Com alguns truques e boas escolhas de revestimento, Roca Brasil Cerámica traz dicas para valorizar áreas da casa

Seja por sua praticidade, seja pelo valor de mercado, cada vez mais os apartamentos compactos ganham destaque. E quando pensamos em sua decoração, é necessário fazer escolhas assertivas, planejando-o com cuidado para que se torne um lar aconchegante e iluminado. “Uma das primeiras e principais decisões que devemos tomar é sobre a escolha correta do revestimento, capaz de trazer sensação de amplitude para os pequenos apartamentos”, revela Christie Schulka, Marketing Manager da Roca Brasil Cerámica, empresa detentora das marcas Roca Cerámica e Incepa.

Linha Fênix, da Incepa, aplicada em piso e parede

Unidade visual

Segundo Christie, a escolha do revestimento pode impactar em toda a atmosfera do apartamento. “A principal dica é optar pelo mesmo revestimento em todo piso do apartamento, conferindo sensação de unidade visual”, explica. Nesse caso, os porcelanatos da Roca Brasil Cerámica se mostram como ótima alternativa, pois são resistentes e fáceis de limpar, podendo se estender para as áreas de cozinha e banheiro. “Em alguns casos, é possível também optar pela continuidade entre piso e parede, dispensando rodapés”, afirma Christie.

Tamanho correto

As peças em superformatos também são uma ótima escolha, pois possuem menos juntas entre peças, criando uma continuidade fluida na aplicação. “A Roca Cerámica apresenta formatos de 100 x 200 e 120 x 250 cm, com lâminas extremamente finas e fáceis de aplicar”, comenta Christie. É o caso da linha Athea, que explora a elegância do mármore e seus veios. A Incepa, por sua vez, aposta no formato 120 x 120 cm, visto na linha Calacata. “Além das peças em grande formato, nossos porcelanatos possuem junta mínima, que varia de 1 a 2 mm, garantindo um visual limpo”, complementa Christie.

Linha Athea, da Roca Cerámica, e linha Calacata, da Incepa

De olho nas cores

Apartamentos pequenos pedem por tons claros e neutros. “Cores claras refletem a luz e são capazes de tornar todo o ambiente iluminado. Elas também auxiliam na sensação de amplitude”, diz Christie. Em seu portfólio, a Incepa apresenta diversas linhas que exploram essas tonalidades – como a linha Fênix, que pode ser aplicada tanto no piso, quanto na parede. Apostar em porcelanatos que evocam o cimento queimado também é uma ótima opção para aqueles que prezam por um décor mais industrial. “Porcelanatos amadeirados, por sua vez, trazem aconchego e, por toda a tecnologia em sua fabricação, podem ser aplicados em cozinhas e banheiros sem preocupação”, aponta Christie. É o caso da linha Alvor, da Roca Cerámica, e Arbol, da Incepa.

Linha Alvor, da Roca Cerámica, e linha Arbol, da Incepa

Sentido da aplicação

Por fim, o sentido de aplicação do revestimento também pode fazer a diferença em apartamentos pequenos. “Quando aplicamos revestimentos verticalmente em uma parede, reforçamos a sensação de pé direito acentuado. Nos pisos, por sua vez, aplicações de porcelanatos que criem linhas na diagonal ou vertical são bons truques”, diz Christie.

Mais informações:

www.rocaceramica.com.br

www.incepa.com.br

Compartilhar no
Como revestir apartamentos pequenos?