Não adianta espernear. O Brasil vive hoje numa profunda ditadura da Justiça Nacional e de malandros do Legislativo que fazem de tudo para abocanhar uma parte do Orçamento. Roubam governadores, prefeitos e vereadores, além de deputados e senadores. Sem generalizar, é claro, mas a corrupção está no DNA desse povo que não está pensando nem um pouco em você. Como podem não querer voto auditável se eles, o TSE e o STF deveriam ser os primeiros a defender isso. Mas não, lutam pelo contrário. Sem falar no ridículo papel da mídia que nem precisa mais de censura. Ela mesma o faz. Desinforma e deforma a informação dia e noite. Estou começando a achar que o babaca do presidente Bolsonaro deve estar dificultando esse povo de roubar como ele mesmo propaga. Nunca vi tanto bandido e corrupto unido num único propósito: de tirar uma pessoa eleita pelo voto popular. Não deu dinheiro suficiente pra essa cambada e por isso querem lhe dar um pé no traseiro, mesmo sem a constitucionalidade da denúncia partir do chefe do Ministério Público, como manda a lei. Já vi quase tudo no Brasil, mas tirar quem está tentando barrar a roubalheira é a primeira vez. Tirem a tetrodotoxina de seus corações. Fiuza analisa bem. Confiram!

Editorial – Já vivemos na ditadura