Marília registrou nesta quarta-feira (9) a taxa de ocupação de 52,86% de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na cidade, que também possuí pacientes da região.

Os dados foram divulgados em um balanço da Secretaria de Saúde, comandada pelo secretário municipal da Saúde, Cássio Luiz Pinto.

No Hospital Beneficente da Unimar (HBU), dos 26 leitos intensivos existentes, 18 estão ocupados – a taxa de ocupação da unidade corresponde a 69%.

Em relação à Santa Casa de Marília, que tem 18 leitos disponíveis, registrou 11 internações na UTI – a ocupação do hospital chegou a 61%. 

De acordo com a Secretaria da Saúde, as duas instituições são as primeiras referências de internação para quem mora em Marília.

Destes 44 leitos, 30 são credenciados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Já outros 14 estão sendo custeados por convênios ou particulares.

No Hospital das Clínicas de Marília (HC) da Faculdade de Medicina de Marília (Famema), onde o Estado instalou 26 leitos específicos para enfrentamento da pandemia. Nesta quarta-feira, oito vagas referencia para o Covid-19 estavam ocupados, o que corresponde a 30% do total das vagas na UTI.

Marília registra 52% da taxa de ocupação de UTIs causada pelo Covid-19