Na próxima segunda-feira (22), Dia Mundial da Água, o Governo Federal lançará o Portal da Água Mineral. Desenvolvido pelo Ministério de Minas e Energia (MME), por meio do Serviço Geológico do Brasil (SGB-CPRM), o website reúne informações sobre a qualidade da água mineral consumida no país. Os dados são de interesse da indústria da água mineral e do cidadão, ao informar em linguagem simples, por exemplo, como as águas minerais são classificadas e o passo-a-passo para se tornar um produtor de água mineral.
O evento de lançamento é aberto ao público e será transmitido pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) no dia 22/03, às 17h. Todos os interessados poderão acompanhar a programação, que terá início com a mensagem do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. O lançamento contará com a participação do secretário de Geologia e Transformação Mineral do MME, Alexandre Vidigal; o diretor-presidente do SGB-CPRM, Esteves Colnago; o diretor-geral da Agência Nacional de Mineração (ANM), Victor Hugo Bicca; o presidente da Associação Brasileira da Indústria da Água Mineral (ABINAM), e o diretor de Infraestrutura Geocientífica do SGB-CPRM, Paulo Romano.
A página na internet é interativa e disponibiliza links com conteúdos adicionais, apresentando desde o ciclo da água em formato de animação até informações sobre qualidade e segurança das águas minerais. No portal, o usuário poderá pesquisar sobre os padrões de qualidade estabelecidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para as águas minerais engarrafadas e comercializadas no Brasil e descobrir curiosidades sobre águas radioativas e termais, águas oligominerais e ainda o que são águas com elementos dignos de nota.
O site ajuda a esclarecer dúvidas tais como a diferença entre água mineral e água potável de mesa, e como a água mineral é filtrada nas rochas e enriquecida em sais minerais. A página também tem informações sobre geologia e meio ambiente, onde explica o ciclo hidrológico e a importância da água subterrânea no planeta.
De acordo com o Código de Águas Minerais, o papel do SGB-CPRM é tanto identificar, através de análises in loco e laboratoriais, os componentes químicos que fazem parte do resíduo solúvel quanto determinar as propriedades físicas e físico-químicas inerentes às fontes. Estas análises de cunho classificatório são requeridas pela ANM e realizadas pelos Laboratórios de Análises Minerais (Rede LAMIN) do Serviço Geológico do Brasil.
Serviço
Data: segunda-feira, 22 de março de 2020
Horário: 17h
Local: Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP)
Endereço: conferenciaweb.rnp.br/webconf/live-cprm

Compartilhar no
Governo federal lançará portal com informações  sobre os padrões de segurança da água mineral