As eleições municipais em Guarantã (60 km de Marília) foram um ponto fora da curva no país. No domingo (15), a população elegeu cinco mulheres, entre nove cadeiras no Poder Legislativo, para os próximos quatro anos.

As cinco candidatas mulheres eleitas foram: Cristina Vilarrubia (Patriota), Giovana Araujo (Avante), Cristiane Jerônimo (DEM), Katia Berthelli (Avante) e Érica Inoue (PSL). 

Os outros quatro candidatos são Gomã da Ambulância (PP), Fietinho da Ambulância (MDB),Irmão Marquinho (Patriota) e Marques (PT). 

A legislação eleitoral determina que os partidos devem lançar pelo menos 30% de candidatas e que os recursos do Fundo Eleitoral repassados a essas mulheres devem seguir a mesma proporção.

No entanto, essa regra é analisada apenas como um compromisso simbólico dos partidos políticos, pois na prática os candidatos homens são os mais eleitos nos mandatos da maioria das cidades brasileiras, tanto no poder Executivo quanto no Legislativo. 

A composição diversa da Câmara Municipal, com mais participação, é compreendida por cientistas e analistas políticos como o caminho natural no futuro da política no Brasil.

Compartilhar no
Maioria da Câmara Municipal de Guarantã será  composta por mulheres: 5 entre 9 cadeiras
Guarantã tem uma população com cerca de 6,6 mil habitantes