A ação pede apoio para sustar os atos do Poder Judiciário que fujam à competência
Visando pressionar pela apreciação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Judiciário, o Movimento “Acorda Senado” realizou a primeira ação de envios de mensagens em massa via celular junto aos Senadores da república. A PEC é de autoria do senador governista Marcos Rogério (DEM-RO), a qual autoriza o Congresso sustar atos do Poder Judiciário.
Segundo o site Gospel Prime, mensagens direcionadas e padronizadas foram enviadas aos Senadores, com pedidos de apoio para assinarem o requerimento de tramitação de Urgência da PEC do Judiciário.
O Movimento “Acorda Senado” é composto por lideranças políticas, sociais, cristãs, intelectuais, formadores de opinião pública e empresariados. A iniciativa visa cobrar apoio dos parlamentares, para que tomem providências contra as interferências do Supremo Tribunal Federal, principalmente, no que diz respeito às decisões monocráticas.
A iniciativa impactou os Senadores, que acionaram o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), relatando sobre o caso com a quantidade de mensagens iguais recebidas durante todo o dia.

Compartilhar no
Movimento Acorda Senado envia mensagens em massa para Senadores contra atrocidades dos ministros do STF