Pesquisa Datafolha divulgada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S. Paulo” nesta quinta-feira (19) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o segundo turno das eleições para a Prefeitura de São Paulo: Bruno Covas (PSDB): 48%; Guilherme Boulos (PSOL): 35%; branco;nulo: 13%; não sabe/não respondeu: 4%.
Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no 2º turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.
Boulos fica numericamente à frente do tucano entre os mais jovens, de 16 a 24 anos (46% a 31%) e na faixa seguinte, de 25 a 34 anos (44% a 38%), nesta última dentro da margem de erro.
Nos demais segmentos socioeconômicos relevantes do eleitorado, Covas tem vantagem, ou ao menos se posiciona numericamente à frente do adversário, com distância mais ampla entre eleitores acima de 60 anos (65% a 23%) , menos escolarizados (59% a 28%), católicos (53% a 32%) e evangélicos (52% a 29%). No eleitorado com curso superior, há empate, com o tucano pontuando à frente (44% a 39%).
Na parcela do eleitorado que votou no 3º colocado no 1º turno, Márcio França (PSB), 38% agora pretendem votar no candidato do PSDB e outros 38% em Boulos.
No grupo que escolheu Celso Russomanno (Republicanos), a maioria (56%) declara voto em Covas, e 27% têm intenção de votar no candidato do PSOL.
Entre eleitores de Arthur do Val (Patriota), 47% preferem o atual prefeito, 15% escolhem Boulos e 29% dizem que irão votar em branco ou anular no 2º turno. Entre os que votaram em Jilmar Tatto (PT), a maioria (72%) agora declara voto em Boulos, e 18% optam pela candidatura de Covas.

Compartilhar no
Pesquisa Datafolha para 2º turno em São Paulo:  Bruno Covas tem 48%; Guilherme Boulos, 35%