• Post Category:Agro

A safra de soja 2020/2021 de Mato Grosso ainda promete ser uma das maiores de toda a história. Segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) a área com o grão deve crescer e puxar a produção para um patamar nunca visto. Entretanto, o atraso nas chuvas e, consequentemente, no plantio acende um sinal de alerta.

“As estimativas de área, produtividade e produção de soja da safra 2020/2021 foram revisadas. Apesar de a semeadura ter iniciado agora, os trabalhos a campo de preparo de solo e adubação e correção pré-plantio já são visíveis e começam a gerar um melhor direcionamento da safra que está por vir”, diz a entidade.

Em relação à área, a expectativa é de que sejam cultivados 10,30 milhões de hectares nesta safra, valor 3,18% superior à temporada 2019/2020 e quase 1%% acima da última estimativa do Imea, realizada em setembro.

“A capitalização do produtor rural na última safra, assim como a comercialização adiantada de soja futura e relações de troca favoráveis no último ano, justificam o aumento do otimismo do cultivo da oleaginosa no estado. Vale lembrar também da perspectiva de redução de área de algodão primeira safra e do aumento constante dos preços futuros, que auxiliam a embasar esta projeção”, garante o Imea.

Compartilhar no
Atraso no plantio traz riscos, mas MT pode colher maior safra de soja da história