A grande imprensa do Brasil, TV Globo e afiliadas, Jornal O Globo, Uol, sites de esquerda, posts de esquerda e de grupos ligados ao Governador João Doria, que está destruindo São Paulo por um projeto de entreguismo e/ou político visando as eleições para presidente – pois ele gasta mais tempo tentando atingir o governo federal e aumentando ou criando impostos do que agindo em prol do combate ao covid e alternativas com hospitais de campanha, investindo os cerca de 17 bilhões que já recebeu da União para a Saúde.
Enfim, vejam abaixo o exemplo de jornalismo que também pode ser feito, inclusive valorizando e honrando o trabalho de enfermeiras, demais colaboradores e médicos Brasil afora. Ah, e é claro que fica difícil. O Brasil, São Paulo, com 45 milhões de habitantes, não tem sequer 10 mil UTIs.
Se não tivessem roubado tanto nas últimas décadas, o Estado mais populoso do país poderia ter Utis para pelo menos 1% de sua população, o que resultaria em 450 mil unidades de terapia intensiva. E onde estava Doria? Fazendo média com o PT e recebendo milhões para suas revistas e empresa de encontros e palestras. Veja abaixo texto de Claudio Humberto que, apesar de dois meses atrás, começou a circular nas redes sociais e dá o recado.

“A outra maneira de noticiar a situação da covid no Brasil:
“Coluna Claudio Humberto”
JAN 2021
O Brasil superou nesta quinta a marca de 7 milhões de pessoas curadas da covid, o que representa 97,24% do total de casos encerrados.
Em relação a óbitos, jornais famosos, como o francês Le Monde, listam os países de acordo com a população e o Brasil aparece em 24º com 928 mortes a cada milhão de habitantes.
Em situação pior, com 932 mortes por milhão, temos a Suíça, sem que ninguém fale em “caos na saúde” lá.
Proporcionalmente, Brasil tem menos óbitos que Argentina (964), México (994), França (1019), Espanha (1100), EUA (1109) e Reino Unido (1136).
Há ainda Peru (1142), Itália (1272) e Bélgica, que tem taxa de 1.707 mortes por milhão de habitantes; quase o dobro da média brasileira.
O Brasil, com 212 milhões de habitantes, tem 705 mil casos ativos da covid. O Reino Unido (68 milhões de habitantes) tem o dobro: 1,4 milhão.
É assim que se faz uma divulgação séria, comparando dados estatísticos, sem o viez político, sem deturpar os fatos…
Não é gerando o pânico na população que males podem ser resolvidos, fazendo com que uma boa parte pense que estamos em meio do caos e vira um “salve-se quem puder” e um “Deus nos acuda”…
Estamos agindo com consciência, salvando muito mais pacientes do que uma boa parte dos países ditos de primeiro mundo…
Ninguém quer negar nada… sabemos o quanto esse vírus é perigoso, mas temos sim agido dentro do razoável e obtendo resultados consideráveis, dentro dessa crise terrível de saúde pública, com implicações na vida de todos…
Vamos sair dessa com a admiração de boa parte do mundo, se Deus quiser!!!
E Deus quer!!!!