A Gol anunciou nesta terça-feira (17), a suspensão dos voos para o exterior até 30 de junho. A medida, segundo a empresa, visa adequar as operações ao novo cenário de demandas por transporte aéreo em meio à pandemia de coronavírus.

A companhia afirma ainda que está acatando as restrições de viagem impostas pelas autoridades dos países nos quais opera, na América do Sul, na América Central e no Caribe, além de recomendações das autoridades dos Estados Unidos.

As operações no mercado doméstico também serão reduzidas. A previsão é de um corte de 50% a 60% da malha aérea. No total, entre operações nacionais e internacionais, a companhia espera diminuir entre 60% e 70% suas operações até meados de junho.

“A Gol acompanha de perto as recomendações dos órgãos responsáveis não só com relação à saúde e bem-estar de quem a escolhe para voar, mas também ligadas à flexibilização das políticas de remarcação e cancelamento de viagens nacionais e internacionais”, afirma a companhia em nota.

A expectativa é que outras empresas aéreas anunciem a suspenção de voos durante o período. Os resultados das medidas ainda são desconhecidos por economistas. Parte dos especialistas apontam uma recessão global.

Compartilhar no
Gol suspende voos internacionais até 30 de junho em razão do coronavírus