Produções brasileiras para aproveitar no final de semana

COISA MAIS LINDA

Série | Netflix

Apesar de, originalmente, ter sido escrita em inglês e formatada para o público gringo, a série protagonizada por Maria Casadevall foi sucesso de audiência, tanto com o público brasileiro como estrangeiro, e chega agora a sua segunda temporada. A série conta a história de Malu, que chega ao Rio de Janeiro nos anos 50 para encontrar o marido, mas lá descobre que foi abandonada. Em vez de sofrer, ela decide ficar na cidade e montar um clube de bossa nova. Com foco em quatro amigas, aborda diversas questões sobre a independência feminina e suas dificuldades – como, por exemplo, o fato de Malu não poder assinar o contrato para abrir seu próprio clube, simplesmente por ser mulher.

LA VINGANÇA

Filme | Netflix

No estilo road movie, Fernando Fraiha desenvolve uma inesperada bem-sucedida comédia brasileira. Com trama simples, mas personagens cativantes e um roteiro bem feito, o diretor nos apresenta Caco (Felipe Rocha), que está prestes a pedir Júlia (Leandra Leal) em casamento quando descobre que ela está tendo caso com um argentino. Para se vingar, Caco e seu amigo Vadão (Daniel Furlan) vão a Buenos Aires com um Opala 72, com o objetivo de ficar com o maior número possível de argentinas.

O BARATO DE IACANGA

Documentário | Netflix

Uma verdadeira declaração de amor à MPB, o longa histórico de Thiago Mattar é um prato cheio para os amantes do gênero, retratando os bastidores do Festival de Águas Claras, lendário festival alternativo que realizou quatro edições na cidade Iacanga, no interior de São Paulo, entre as décadas de 70 e 80, ficando conhecido também como “o Woodstock do Brasil”. O documentário é fruto de 10 anos a procura de arquivos do festival, como reportagens em jornais da época e filmagens, além de entrevistas com os artistas e idealizadores do evento.

CINEMA, ASPIRINAS E URUBUS

Filme | Netflix

Em 1942, dois homens vindos de mundos diferentes se encontram. Um deles é Johann, um alemão fugido da 2ª Guerra Mundial que dirige um caminhão e vende aspirinas pelo interior do país. O outro é Ranulpho, um homem simples que sempre viveu no sertão e que, após ganhar uma carona de Johann, passa a trabalhar para ele como ajudante. Aos poucos surge entre eles uma forte amizade. O filme integra a lista de 100 Melhores Filmes Brasileiros de Todos os Tempos feiro pela Abracine (Associção Brasileira de Críticos de Cinema).

Compartilhar no
Seleção nacional