Agentes de segurança do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) I “Dr. Alberto Brocchieri” de Bauru apreenderam, nesta quinta-feira (1), três placas de minicelulares e três chips escondidos em pacote de paçoca enviado por Sedex pela avó do preso.

A equipe flagrou os objetos durante revista manual de rotina realizada nas encomendas dos detentos. A vistoria ocorreu, inclusive, na presença do destinatário, após os servidores suspeitarem que havia produto ilícito em meio aos doces.

INVESTIGAÇÃO

A unidade registrou boletim de ocorrência para investigação da Polícia Civil. Também foi instaurado procedimento disciplinar para apurar a cumplicidade do preso que receberia os produtos eletrônicos.

Placas de celulares em pacote de paçoca são apreendidas no CPP I de Bauru