A Polícia Militar prendeu um homem acusado de embriaguez ao volante em flagrante na noite desta quinta-feira (3), na zona sul de Marília. O condutor do veículo estava acima da velocidade permitida no local da ocorrência.

O homem dirigia um Chevrolet Celta e foi abordado na avenida Tomé de Souza, no bairro Monte Castelo. Durante a abordagem, os policiais notaram sinais de embriaguez no condutor.

O teste do bafômetro foi realizado e indicou que havia 0,72 miligrama de álcool por litro de ar expelido pelo homem. Os policiais deram voz de prisão no local e o valor de R$ 1,2 mil de fiança foi fixado pelo delegado de plantão na CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Marília.

Caso o valor não fosse apresentado, o indiciado passaria por audiência de custódia e, de acordo com a decisão, poderia responder em liberdade ou seria encaminhado a uma unidade prisional.

A lei
O crime de embriaguez ao volante é caracterizado quando é detectado mais de 0,05 miligrama de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões. Para exames de sangue, nenhuma quantidade de álcool é tolerada.


Além disso, o agente de trânsito, ao perceber sinais clínicos de perda da capacidade psicomotora relacionados à ingestão de álcool ou substâncias análogas, poderá punir o condutor.


O motorista não poderá recusar realizar o teste do bafômetro. Além de ser considerada uma infração gravíssima, a recusa fará com que o condutor receba a mesma punição administrativa que um motorista embriagado que aceitou fazer o teste receberia.


A multa por dirigir embriagado ou recusar o teste do bafômetro é de R$ 2.934,70 e o condutor do veículo tem seu direito de dirigir suspenso por um ano e a habilitação recolhida pelas autoridades. Além disso, o responsável por dirigir embriagado poderá ser detido seis meses a três anos.

Compartilhar no
Polícia Militar prende motorista  embriagado e acima da velocidade
Teste do bafômetro apontou 0,72 miligrama de álcool por litro de ar expelido