A Polícia Militar capturou o vigilante Ronaldo Adriano do Santos, de 33 anos, no bairro Argolo Ferrão, zona oeste de Marília. Ronaldo foi condenado a 21 anos e quatro meses de prisão em regime fechado por estupro de vulnerável.
No domingo, por volta das 9h30, policiais militares faziam um patrulhamento pela rua Monsenhor João Batista Toffoli. Os policiais abordaram o vigilante e decidiram consultar o nome de Ronaldo no sistema.
Após a consulta, foi constatado que havia um mandado de prisão expedido pela 3ª Vara Criminal pelo crime de estupro de vulnerável (quando a vítima é menor de 14 anos). Outros detalhes do crime não foram revelados.
O vigilante foi encaminhado à CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Marília e foi levado para a Cadeia de São Pedro do Turvo (96 quilômetros de Marília).
Mais de 70%
As crianças e adolescentes somam mais de 70% das vítimas de estupro em Marília. Dentre as 53 pessoas que foram alvo desse crime entre janeiro e outubro deste ano, 38 (71%) são vítimas com menos de 14 anos.
É o que mostram os dados da Secretaria da Segurança Pública, que passou a discriminar o estupro de vulnerável nas estatísticas criminais desde 2017.

Compartilhar no
Policiais capturam condenado a 21 anos por estupro