O Dia dos Pais está chegando e nada melhor que um almoço especial para comemorar a data, no próximo domingo, dia 08. O cardápio pode deixar o dia mais especial e saboroso e, para isso, a escolha do ingrediente principal é importante.
Tanto o autêntico Bacalhau da Noruega, o Gadus morhua, quanto os peixes salgados secos da Noruega, Saithe, Zarbo ou Ling são ideais para a preparação dos mais variados pratos, sendo ideal para todos os dias, não só para datas especiais, pois além de serem saudáveis, rendem até 30% a mais após o dessalgue sem perder o sabor e a qualidade, garantindo versatilidade em diferentes preparos.
O Bacalhau da Noruega é altamente saudável, tem baixo teor de gordura – cada 100g do peixe possui aproximadamente 160 calorias, é fonte de proteínas, cálcio, ferro e rico em ômega 3, além de ser livre de conservantes artificiais, porque é apenas peixe e sal. Tanto o Bacalhau da Noruega como os outros peixes salgados secos da Noruega, Saithe, Zarbo e Ling, rendem até 30% a mais após o dessalgue, ou seja, ganham o volume que perderam durante o processo de salga e secagem.

Como escolher:
Para ter certeza de que está levando o produto certo para casa, é preciso saber diferenciar todos os tipos de bacalhau. Por aqui, podemos encontrar cinco tipos de peixes salgados secos da família Gadidae, que a partir da nova legislação de janeiro de 2019 devem ser denominados da seguinte forma:
Bacalhau Salgado Seco Gadus morhua – Considerado o mais nobre bacalhau, esse tipo é pescado no Atlântico Norte e apresenta postas altas, largas e coloração palha e uniforme, quando salgado e seco. Depois de cozido, sua carne se desfaz em camadas claras e tenras.
Saithe Salgado Seco da Noruega Pollachius virens – Possui sabor mais forte e coloração menos clara. Quando cozido, sua carne macia desfia com facilidade. É o tipo perfeito para preparar bolinhos, saladas e ensopados.
Ling Salgado Seco da Noruega – Molva molva – O mais estreito entre os peixes tipo bacalhau. Sua carne branca e apetitosa é perfeita para pratos desfiados, assados, cozidos e grelhados.
Zarbo Salgado Seco da Noruega – Brosme brosme – É o menor entre os cinco peixes tipo bacalhau. É mais roliço do que o Ling e possui barbatana dorsal contínua. É ótimo para a preparação de pratos desfiados, caldos, pirões e bolinhos.
Os peixes salgados secos da Noruega: Saithe (Pollachius virens), Ling (Molva molva) e Zarbo (Brosme brosme) provenientes da Noruega, são feitos com peixes da mesma família do qual se faz o Bacalhau (Gadus morhua). São salgados e secos da mesma forma e com o mesmo padrão de qualidade, são espécies de peixes diferentes, devem ser denominados como tal, mas são submetidas ao mesmo processo.
Na hora da compra, é importante checar a origem do produto para ter a certeza de que está levando para casa o autêntico Bacalhau da Noruega. Busque pelas etiquetas, logo e pergunte ao vendedor para se certificar que o produto é realmente exportado pela Noruega.

Como dessalgar:
O método de dessalgue do bacalhau, que ganha aproximadamente 30% a mais de volume, pode até levar um tempo a mais, mas é muito simples. É recomendado mergulhar o bacalhau em água fria, com pedras de gelo, dentro da geladeira e usar duas partes de água para cada parte de bacalhau, trocando duas vezes por dia, no mínimo, e mantendo o bacalhau na geladeira, para ficar bem conservado.
O tempo de dessalgue depende da altura das postas, seguindo a indicação:
Bacalhau Desfiado: 6 horas (trocar a água de 3 em 3 horas)
Postas normais: 24 horas (trocar a água de 6 em 6 horas)
Postas grossas: 40 horas (trocar a água de 8 em 8 horas)
Postas muito grossas: 48 horas (trocar a água de 8 em 8 horas)
Lombos muito grossos: 72 horas (trocar a água de 8 em 8 horas)

Como conservar o peixe em casa:
Ao comprar o bacalhau na bandeja, retire o filme plástico. Faça o mesmo no caso de comprar no saquinho. Coloque em vasilhame bem limpo, seco e com tampa.
Se for salgado e seco, deve ser mantido em refrigerador (nunca manter em temperatura ambiente, em armários, prateleiras e etc).
Pincelar com azeite para evitar o ressecamento.
E o mais importante, nunca congele o bacalhau ainda salgado.
Depois do processo de dessalgue, pode congelar o peixe, pois o bacalhau não perde seu sabor autêntico e único e estará sempre pronto para consumo em inúmeras receitas, ideal para todos os dias.

Tipos de cortes:
Você sabia que para cada tipo de corte existe uma receita diferente? Tanto o autêntico Bacalhau da Noruega como os peixes salgados secos da Noruega são ideais para consumir o ano inteiro.
Os cortes centrais (altos) são os lombos, parte mais alta e nobre, ideal para assar e grelhar, além de serem ótimos para receitas que utilizem o pedaço inteiro, depois de assado, grelhado ou cozido. Esse corte solta pétalas claras e tenras, que deixam os pratos bem bonitos.
Os pedaços abaixo dos lombos são as postas médias, também conhecidas como filés, perfeita para serem consumidas inteiras ou também em pétalas. É uma ótima opção para ser consumido em churrasco.
As partes mais extremas das laterais e a mais próxima ao rabo, são as postas finas, que após dessalgadas podem ser retiradas pétalas e até mesmo desfiadas para o preparo de inúmeras receitas.
Já o rabo e a pele também podem ser utilizados para o preparo de caldos, que vão deixar inúmeras preparações com um sabor incrível.

Receitas para o Dia dos Pais:

Bacalhau da Noruega Grelhado com Ervas acompanhado de purê de beterraba

Ingredientes:
BACALHAU

2 lombos de Gadus morhua da Noruega, após dessalgado
2 colheres de sopa (40g) de manteiga
2 colheres de sopa (30ml) de azeite de oliva
Folhas de manjericão picada
Alecrim picado
Folhas de tomilho
Pimenta-do-reino a gosto

PURÊ DE BETERRABA
1 unidade grande (250g) de beterraba cozida
1 unidade pequena (150g) de batata cozida
1 colher de sopa (13ml) de azeite de oliva
1 colher de sopa (20g) de manteiga
Sal a gosto
Pimenta-do-reino a gosto

Modo de fazer:
BACALHAU

Em uma frigideira, coloque a manteiga, o azeite de oliva e as ervas (manjericão, alecrim e tomilho).
Deixe em fogo médio e espere aquecer.
Coloque os lombos de bacalhau após dessalgar de lado e deixe grelhar por cerca de 5-6 minutos ou até que dourem (mexa o mínimo possível para não soltarem líquido)
Vire-os cuidadosamente e doure também o outro lado, em seguida a parte de cima e por último a parte com a pele.
Deixe o mesmo tempo de todos os lados para que fique uniforme.

PURÊ DE BETERRABA
Bata em um processador de alimentos a beterraba e a batata até virar um purê
Acrescente a manteiga, o azeite de oliva e tempere com o sal e a pimenta-do-reino e bata novamente.

Sirva os lombos grelhados acompanhado de purê de beterraba e com salada de brotos de beterraba e alfafa temperados com azeite de oliva e sal.

Fettuccine de Bacalhau da Noruega com Leite de coco
Ingredientes:

400g de Gadus morhua da Noruega, após dessalgar
1cebola
1 dente de alho
1 pimentão vermelho
1 pimentão amarelo
100ml de vinho branco
50ml de leite de coco
200ml de creme de leite
Azeite de oliva
Sal a gosto
Pimenta-do-reino
1 folha de salsinha
500g de fettuccine

Modo de fazer:
Cozinhar o Fetuccini.

Em outra panela, colocar o bacalhau em água fria e acender o fogo. Assim que levantar fervura, retirar do fogo.
Picar a cebola em finas fatias e fatiar os dentes de alho.
Cortar os pimentões ao meio e, em seguida, em tiras.
Retirar a pele e as espinhas do bacalhau, desfazer o bacalhau em camadas grandes.
Levar uma panela ao fogo: juntar o azeite, a cebola e o alho, adicionar os pimentões e as camadas de bacalhau, colocar o vinho branco e deixar evaporar um pouco. Juntar o leite de coco e o creme de leite e misturar bem para o molho ganhar consistência. Temperar com sal e pimenta do reino.
Servir cobrindo a massa com este molho e polvilhando com salsinha.

Bacalhau da Noruega com Maionese de Limão e Gengibre

Ingredientes:
800g de Gadus morhua da Noruega, após dessalgar
200g de farinha de trigo
6 colheres de sopa de maionese
2 cubos de gengibre fresco
1 dente de alho
Sal
Azeite de oliva
2 limões (suco e raspas)

Modo de fazer:
Cozinhar o bacalhau por 2 minutos, deixar esfriar e retirar a pele.
Colocar a farinha em um prato e temperar com sal e, em seguida, envolver os lombos de bacalhau com a farinha.
Envolver os lombos de bacalhau com a farinha.
Picar o dente de alho, o gengibre e cortar um limão ao meio.
Acrescentar o suco de limão, a maionese, o gengibre e as raspas de limão. Misturar.
Fritar o bacalhau no azeite de oliva só por um minuto.

Risoto de Bacalhau da Noruega

Ingredientes:
200g Gadus morhua da Noruega ou peixes salgados secos da Noruega, Saithe, Zarbo ou Ling, após dessalgar
1.3 de xícara(s)arroz
2 dentes de alho
Azeite de oliva
1 cebola

1 pimentão verde
1 folha de louro
1 tomate
1 colher de café de colorau
1 colher de café de açafrão
1 colher de café de tomilho fresco
Sal a gosto
Salsa a gosto

Modo de fazer:
Refogar em azeite a cebola, o alho e o pimentão cortado em cubos grandes.
Juntar o bacalhau em lascas, a folha de louro e o tomilho.
Depois de refogar um pouco, acrescentar o tomate cortado em cubos e a salsa picada.
Juntar o arroz, polvilhar com colorau, regar com água fervente (2 e 1/2 vezes a quantidade de arroz).
Ao final do cozimento, aromatizar com açafrão.
Ajustar os temperos e transferir para um refratário.
Levar ao forno já quente por mais 10 minutos.

Site – https://bacalhaudanoruega.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/BacalhauDaNoruega/
Instagram: @bacalhaudanoruegabrasil
Hashtags: #bacalhaudanoruega #oautêntico

Humm: Receitas deliciosas para o Dia dos Pais com o autêntico Bacalhau da Noruega