Durante a 7ª reunião do Comitê de Enfrentamento ao Covid-19 (Novo Coronavírus), que aconteceu na manhã desta quinta-feira, dia 30, por videoconferência, o prefeito Daniel Alonso fez o lançamento do Serviço de Escuta aos Trabalhadores da Saúde e também divulgou um balanço parcial dos testes rápidos de coronavírus, que começaram a ser realizados na última sexta-feira, dia 24, pelas unidades de saúde de referência em Marília.

O Serviço de Escuta aos Trabalhadores da Saúde foi desenvolvido pelo Cerest (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador) e pela equipe de saúde mental da Secretaria Municipal de Saúde.

“Trata-se de um serviço bastante importante para os profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate ao Covid-19. E a partir desta segunda-feira, dia 4 de maio, já haverá 2 profissionais à disposição do pessoal da saúde, o que permitirá a criação de indicadores importantes para definir mais ações de enfrentamento à pandemia. Agradeço ao Cerest e à saúde mental por essa importante contribuição”, afirmou o prefeito Daniel Alonso.

Com relação ao balanço parcial dos testes rápidos de Covid-19, já foram realizados desde a última sexta-feira 48 coletas, sendo que destas 31 tiveram resultados negativos, 15 aguardam resultados (que podem sair ainda nesta sexta-feira) e duas amostras positivas, que são de dois pacientes de Osasco, que se mudaram há três dias para Marília e fizeram o teste na UBS Cascata.

Estes dois casos positivos não entrarão na estatística de Marília, já que os pacientes estão na cidade há poucos dias, sendo que já estavam com o vírus quando se mudaram.

Das 48 coletas realizadas até esta quinta-feira, a maioria delas (33%) foi realizada na UBS Cascata, seguida pela UBS JK com 27% e UBS Nova Marília com 22,9%.

A supervisora da Vigilância Epidemiológica, Alessandra Arrigoni, informou também que a maioria desses testes (66,7%) foi feita em profissionais da saúde, que estão na linha de frente no combate à pandemia.

“Lembro ainda que os testes somente são realizados em pacientes sintomáticos e com solicitação médica. A situação em Marília está sob controle, mas não podemos nos descuidar. Peço à população que continuem tomando todos os cuidados, seguindo as recomendações da área médica.”.

Compartilhar no
Postos de saúde somam 48 coletas e dois casos positivos para Covid-19

Durante a 7ª reunião do Comitê de Enfrentamento ao Covid-19 (Novo Coronavírus), que aconteceu na manhã desta quinta-feira, dia 30, por videoconferência, o prefeito Daniel Alonso fez o lançamento do Serviço de Escuta aos Trabalhadores da Saúde e também divulgou um balanço parcial dos testes rápidos de coronavírus, que começaram a ser realizados na última sexta-feira, dia 24, pelas unidades de saúde de referência em Marília.

O Serviço de Escuta aos Trabalhadores da Saúde foi desenvolvido pelo Cerest (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador) e pela equipe de saúde mental da Secretaria Municipal de Saúde.

“Trata-se de um serviço bastante importante para os profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate ao Covid-19. E a partir desta segunda-feira, dia 4 de maio, já haverá 2 profissionais à disposição do pessoal da saúde, o que permitirá a criação de indicadores importantes para definir mais ações de enfrentamento à pandemia. Agradeço ao Cerest e à saúde mental por essa importante contribuição”, afirmou o prefeito Daniel Alonso.

Com relação ao balanço parcial dos testes rápidos de Covid-19, já foram realizados desde a última sexta-feira 48 coletas, sendo que destas 31 tiveram resultados negativos, 15 aguardam resultados (que podem sair ainda nesta sexta-feira) e duas amostras positivas, que são de dois pacientes de Osasco, que se mudaram há três dias para Marília e fizeram o teste na UBS Cascata.

Estes dois casos positivos não entrarão na estatística de Marília, já que os pacientes estão na cidade há poucos dias, sendo que já estavam com o vírus quando se mudaram.

Das 48 coletas realizadas até esta quinta-feira, a maioria delas (33%) foi realizada na UBS Cascata, seguida pela UBS JK com 27% e UBS Nova Marília com 22,9%.

A supervisora da Vigilância Epidemiológica, Alessandra Arrigoni, informou também que a maioria desses testes (66,7%) foi feita em profissionais da saúde, que estão na linha de frente no combate à pandemia.

“Lembro ainda que os testes somente são realizados em pacientes sintomáticos e com solicitação médica. A situação em Marília está sob controle, mas não podemos nos descuidar. Peço à população que continuem tomando todos os cuidados, seguindo as recomendações da área médica.”.

Compartilhar no
Postos de saúde somam 48 coletas e dois casos positivos para Covid-19