Transformação Digital da Educação: a formação na era Digital

As tecnologias nunca avançaram tão rapidamente quanto no momento que vivemos agora. Cada dia que passa surge uma nova ferramenta, ou um novo equipamento que aumenta a eficiência de todos os tipos de empresas. Vivemos um momento chamado de 4ª Revolução Industrial, ou Indústria 4.0, que apresenta grandes desafios para as organizações, especialmente, as instituições de ensino, que precisam adaptar a forma como formam os profissionais para este novo cenário.
A evolução das tecnologias tem impactado cada dia mais todos os setores e áreas, e esses impactos não são percebidos apenas em indústrias com equipamentos mais modernos e mais tecnológicos. Há uma revolução nos diferentes aspectos que estão relacionados à vida das pessoas e no dia a dia das empresas, chamada de Transformação Digital. Os impactos desta transformação podem ser visualizados em cinco categorias principais. O primeiro são os clientes, que com as tecnologias podem estar mais próximos e conectados com as organizações. O segundo é a competição, que está mudando de forma rápida, pois, o modo como as empresas se relacionam não pode ser igual ao que era há algumas décadas. O terceiro são os dados, sendo necessário que a tomada de decisões seja cada vez mais orientada a dados. O quarto é a inovação, que precisa acontecer de forma mais veloz e eficiente para que a tradicionais empresas possam se manter atuais e competitivas. E o quinto aspecto é o valor, que passa por uma grande transformação, onde é necessário encontrar novos meios para gerar valor para as organizações.
A Transformação Digital exige que as organizações e instituições que nasceram em um contexto analógico, anterior ao mundo das tecnologias digitais, se adaptem e se tornem tão ágeis quanto as chamadas startups, tendo que inovar e utilizar o mundo digital em todos os aspectos de sua organização. Os cinco aspectos apontados da transformação digital demonstram que esse processo não está apenas em tornar algo que era analógico em digital, mas sim em uma mudança de mentalidade, em que as tecnologias digitais passam a ser parte do centro do negócio e de grande parte dos processos existentes, exigindo que os profissionais que irão atuar neste cenário, sejam formados e preparados para isto.
Neste contexto, a formação dos profissionais, em todos os níveis, precisa ser adaptada para atender de forma mais satisfatória as demandas das empresas no contexto atual. Da mesma forma que as empresas e os processos que se tornaram obsoletos com o advento das novas tecnologias, a educação tradicional passa por este momento, exigindo uma profunda transformação para que a formação seja adequada e relevante para a sociedade.
Diante deste cenário, caminhamos para a necessidade de acontecer um processo de Transformação Digital da Educação, em que, as instituições repensam a forma como os processos educacionais acontecem, passando a utilizar as metodologias mais adequadas para o contexto atual, a trazer as tecnologias educacionais de forma mais presente na sala de aula e apoiando na mudança da mentalidade de professores e de alunos se posicionando no contexto da sociedade digital.
Em uma perspectiva da formação, toda a educação precisará trazer o ensino digital como parte do processo, enfocando o ensino das habilidades socioemocionais e digitais. Além disso, as instituições ao compreender que esse contexto digital extrapola uma simples inserção de tecnologias, e passarem a entender que está mais vinculado a cultura e a mentalidade, apoiará a formação de profissionais que se relacionam com esse contexto, que se adaptam com facilidade e que utilizam e criam as tecnologias para potencializar a sua atuação.
Desta forma, a Transformação Digital na Educação se tornou um tema central para todos os tipos de instituições de ensino, uma vez que, traz uma mudança na mentalidade de professores e alunos, e na cultura das organizações. Além disso, essa Transformação Digital consolida evoluções que estão ocorrendo na área educacional nos últimos anos, que favorecem a adoção de metodologias ativas, tecnologias educacionais, trabalho em equipe e inserção de competências socioemocionais. Além disso, insere outros aspectos essenciais, como a formação de competências digitais, que são importantes para os profissionais do Século XXI, que irão atuar em um mundo digital e conectado.

Prof. Dr. Caio Saraiva Coneglian
Coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do UNIVEM

ESPECIAL EDUCAÇÃO 2022 – por Prof. Dr. Caio Saraiva Coneglian – Univem