A Polícia Civil do Estado Mato Grosso do Sul prendeu, em Marília, um dos coordenadores da quadrilha que tentou furtar o cofre da central administrativa do Banco do Brasil, em Campo Grande, após cavar um túnel.

A prisão aconteceu pela equipe da Delegacia Especializada em Repressão à Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras), com apoio do Ministério da Justiça. Os policiais cumpriram mandados nos Estados de Mato Grosso do Sul, São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Um dos coordenadores, que tem o apelido de “Velho”, é o suspeito que foi preso em Marília na semana passada. Este homem estava com documento falso e, em desfavor dele, existem mais de 28 anos de prisão pela prática do crime de roubo à banco e formação de quadrilha.

O Crime / Meio milhão de reais, pelo menos, para cada um. É o valor que pretendiam conseguir os homens que tentaram invadir a sala onde fica o cofre da central administrativa do Banco do Brasil, em Campo Grande, em dezembro de 2019.

O plano foi descoberto no dia 21, houve confronto com policiais do Garras e dois bandidos morreram. Um outro foi baleado e mais seis foram presos .

Compartilhar no
Acusado de tentar roubar Banco do Brasil é preso em Marília